Amigos! Este livro que divulgo com maior amor é de uma pessoa muito querida e talentosa.

O livro já está a venda. Quem quiser é só mandar um e-mail para:

camal567@gmail.com

O livro custa R$ 20.00 já com as despesas postais.

Valeu

Flores

Flores que encantam e alegram com suas cores muitos corações.

Permita-se ver com os olhos do coração pois apenas estes são capazes de nos fazer enxergar a verdadeira beleza, a verdadeira riqueza de que realmente precisamos. Riquezas estas que nos acompanharão por todas as jornadas, por todas as estradas.

O seu valor é imensurável, pois este é um tipo de riqueza que após adquirida e distribuída em seguida será multiplicada mais e mais.

Então não hesite, não espere, seja como as flores, encante as pessoas, encante os lugares por onde percorrer distribuindo seu perfume em forma de alegrias, distribuindo cores em forma de doces palavras, distribuindo vida através da esperança depositada nestas sementes que estarão prontas para germinar, pois aguardam apenas o seu tempo para desabrochar.

Amara Bìnstock

05.10.08

O Brasil precisa adotar imediatamente um programa nacional de combate ao desmatamento na Amazônia, com apoio financeiro da comunidade internacional.

O programa criaria uma força-tarefa interministerial, com a participação de entidades representativas da sociedade civil e dos setores produtivos, para deter o avanço do desmatamento e reduzi-lo a zero.

Entre as medidas necessárias para impedir uma maior destruição da Amazônia, destacamos:

• A implementação dos compromissos nacionais e internacionais assumidos em 1992 durante a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB);

• A destinação das áreas griladas na região amazônica (que, de acordo com dados das CPI da Grilagem chegam a 100 milhões de hectares, ou 20% da Amazônia Legal) para a criação de áreas de proteção como parques e reservas extrativistas de uso sustentável;

• A implantação das unidades de conservação já aprovadas e que até hoje não saíram do papel;

• Redirecionamento do programa nacional de reforma agrária para áreas já desmatadas;

• Fortalecimento das instituições encarregadas da proteção ambiental como Ibama e secretarias estaduais de Meio Ambiente;

• Adoção de mecanismos fiscais que punam a extração ilegal de madeira e beneficiem exclusivamente a produção de madeira através de manejo florestal sustentável e certificado pelo FSC.

• Fortalecimento institucional e financeiro a projetos de manejo florestal comunitário;

• Expansão dos programas governamentais de combate às queimadas;

• Demarcação de todas as terras indígenas.

Conter a destruição das florestas se tornou uma prioridade mundial, e não apenas um problema brasileiro. Restam hoje, em todo o planeta, apenas 22% da cobertura florestal original. A Europa Ocidental já perdeu 99,7% de suas florestas primárias; a Ásia, 94%; África, 92%; Oceania, 78%; América do Norte, 66%; e América do Sul, 54%. No caso específico da Amazônia brasileira, o desmatamento que era de 1% até 1970 pulou para quase 15% em 1999 – em quase 30 anos, uma área equivalente à França foi desmatada na região. É hora de dar um basta nisso.

(greenpeace)

"Mestre, são plácidas 
Todas as horas 
Que nós perdemos, 
Se no perdê-las, 
Qual numa jarra, 
Nós pomos flores. 

Não há tristezas 
Nem alegrias 

Na nossa vida. 
Assim saibamos, 
Sábios incautos, 
Não a viver, 

Mas decorrê-la,
Tranqüilos, plácidos, 

Lendo as crianças 
Por nossas mestras, 
E os olhos cheios 
De Natureza ... 

À beira-rio, 
À beira-estrada, 

Conforme calha, 
Sempre no mesmo 
Leve descanso 
De estar vivendo. 

O tempo passa,
Não nos diz nada. 

Envelhecemos. 
Saibamos, quase 
Maliciosos, 
Sentir-nos ir. 

Não vale a pena
Fazer um gesto. 

Não se resiste 
Ao deus atroz 
Que os próprios filhos 
Devora sempre. 

Colhamos flores.
Molhemos leves 
As nossas mãos 
Nos rios calmos, 
Para aprendermos 

Calma também. 

Girassóis sempre
Fitando o sol, 
Da vida iremos 
Tranqüilos,tendo 
Nem o remorso 
De ter vivido."

(Fernando Pessoa - Ricardo Reis)

Indignação, vergonha ou culpa?!

Desde ontem minha indignação diante um fato ignóbil não deixa-me calar.

Que valores de vida estamos tendo?

O fato da morte brutal de uma menina de 5 anos apenas reforça a ausência de amor nos tempos de hoje – e, o que será do amanhã?

Tudo o que for decidido pelo homem, neste caso, será demérito diante a vida.

Morrem duas crianças por dia no Brasil vítimas de violência.

Nada é feito.

Tudo vira cinzas.

Mas, a vida continua e precisamos ir ao shopping comprar aquela blusa tão linda e esperada...

Quanta hostilidade.

Minha indignação ontem foi ligar a televisão no canal mais assistido pela população brasileira (infelizmente) e ver aquele show barato

de gente sem escrúpulos nenhum falando e chorando. Implorando para que o telespectador – nós – acreditemos naquele teatro pago

diante às câmeras.

Queriam explicar o inexplicável. Queriam mostrar a nós; sim, a nós o quanto são “família” e especiais.

Que triste e vergonhoso ver o quanto o ser humano pode ser despudorado.

Não sei se sinto raiva, revolta, nojo, culpa ou tudo junto. Só sei que nenhuma justiça será o bastante diante a barbárie que estamos vivendo.

Mas, só resta-me pedir: JUSTIÇA!

 

AHIMSA

 

Estou fora de casa,

os sinos tocam dizendo ser o fim da energia e

o começo de outra - não obedeço.

O copo de vinho me acompanha nesses dias famintos.

Estou à beira da loucura. Da loucura perplexa,

da indignação e das flores mortas.

Tenho infinidades para plantar...

A música toca e eu não sei acompanhá-la e

só dentro da alma ela é compreendida.

Pessoas passam, pessoas vem, pessoas vão -

é sempre a mesma coisa.

Os banheiros existem - é preciso defecar.

Os sinos tocam sem ritmo numa balada propícia ao vento.

Sou o que sou e nada mais.

Tem gente que me admira, tenta me consumir e depurar...

mas sou feita de carne e osso e minha alma

ninguém pode alcançar.

Não sou vitrine exposta, onde se olha e pode comprar...

sou além da matéria.

Chega de hipocrisia, de ladainhas e picuinhas -

somos e podemos ser mais do que isso.

Vampiros de energia - gente de pouco brilho que rouba

o que é do outro. Sejamos verdadeiros caros vampiros -

tirem suas máscaras e encarem suas fraquezas.

 

línguas linguetes linkes phósforo

faísca fagulha cogumelos delineados

saliva cuspe de dna de jardins elétricos

mudável mutável mutantes nós

ets em cima de ovnis guiados por devaneios

nos berços de poliedros Torquatálios do sonho

da explosão grafitante das nuvens sangradas

bocas bacantes palavras scarlates signos de

luas insanas sóis escritos fulminantes

estilhaços de Hendrix na amplidão do átimo no buraco negro

que um poema sorri num brilho stellar.

(Cássio M. Amaral)

 

 

"A miséria pode ser alcançada,tanto quanto se quer, e sem fadiga:

a estrada é plana e ela se aloja muito perto de nós.

Os deuses imortais, todavia, exigiram o suor para se conquistar o mérito.

Longo, árduo e principalmente escarpado é o caminho para se chegar lá,

mas quando se atinge o cume, ele se torna fácil, por mais penoso que tenha sido."

(Hesíodo)

 

 

Reunião da Comissão Internacional da Baleia termina com vitórias
A 59º Reunião Anual da Comissão Internacional da Baleia (CIB) foi encerrada com sucesso para o bloco dos países conservacionistas e com grandes mudanças políticas a favor da preservação das baleias

Foram importantes vitórias! A primeira delas foi a maioria dos países participantes votando a favor da criação da área de proteção às baleias: foram 39 votos a favor, 29 contra e 3 abstenções. Entretanto, para ser aprovada, a proposta do Santuário de Baleias do Atlântico Sul, defendida desde 1999 pelo Brasil, Argentina e África do Sul, necessitava de 75% dos votos.

“Apesar da não aprovação podemos afirmar que a proposta está ganhando força dentro da Comissão”, avaliou Leandra Gonçalves, coordenadora da campanha de Baleias do Greenpeace. “Na Reunião de St. Kittis e Nevis, no ano passado, não conseguimos nem sequer propor o santuário”, complementou.

Uma outra vitória importante foi a garantia de que a caça comercial de baleias não será retomada. A decisão passa por cima de uma resolução simbólica aprovada em 2006 pelos aliados baleeiros, que afirmava que a proibição já não era mais necessária. O bloco dos países conservacionistas, que inclui o Brasil, se mostrou mais forte e consolidado. Além da não retomada de caça comercial, esses países conseguiram apresentar o turismo de observação de baleias como alternativa socioeconômica e científica para acabar com a caça.

“Tivemos uma das maiores vitórias políticas dos últimos anos. A abstenção dos países aliados ao Japão e a consolidação do bloco latinoamericano com atitudes mais pró-ativas e integradas contribuiu para a preservação das baleias”, afirma Leandra Gonçalves, coordenadora da campanha de Baleias do Greenpeace.

O Japão pediu autorização para que suas comunidades costeiras pudessem caçar quantidades indeterminadas de baleias Minkes, como caça de subsistência. A proposta japonesa foi imediatamente rechaçada por uma coalizão de países que se opõem à caça de baleias. Somente receberam aprovação da Comissão a continuidade das capturas aborígenes de baleias pela Groenlândia, Alasca e Rússia. “A proposta do Japão é uma forma velada de caça comercial de baleias, apesar de os japoneses assegurarem que é apenas uma atividade de subsistência dos povos locais”, afirmou Leandra.

O Greenpeace mobilizou milhares de pessoas em vários países para manifestar seu apoio à luta contra a caça comercial das baleias por meio de manifestações públicas e com I-go, uma campanha inovadora na internet. “Sem a participação ativa da sociedade não seria possível comemorar esta vitória e mostrar ao mundo a importância da conservação das baleias e golfinhos”, reafirma Leandra.
A próxima reunião da CIB será em Santiago, Chile, em junho de 2008.

CHEGA DE VIOLÊNCIA!!!!!

Ahimsa!!!

 

Um poeta...um artista...um filho de Deus...

Tinta que dança ao som transcendente da matéria com o infinito,

Tudo seguindo na direção certa, rumo à luz...ao deleite...

“Cores”, “Estradas”, “Rochas”, “Moças”, “O nome da flor”, “Recado” e “O sapo”,

Serão Flores Desorientadas??!!

Talvez este seja o caminho...

 

Amigos, tem um poeta chamado Antonio Luiz Junior, conhecido como Tony que vaga nas ruas de Sampa com um sonho (e que sonho!!), escreve lindo poemas e precisa de ajuda para poder lançar seu livro...quem quiser contribuir de alguma forma é só enviar e-mails para: tonyluiz1956@yahoo.com.br

 

Segue alguns poemas dele...

Beijos à todos!!

Livro: Flores Desorientadas

Poeta: Tony

O nome da flor

"Perto de uma flor sem nome,

vi outras flores sem nome.

Não ter nomes, eu sabia,

Era apenas não ter nomes.

Eu não sabia o nome do nome,

Não sei os nomes do homem,

Assim não importam os nomes

Das flores que eu sabia."

 

Cores

"O verde e o vermelho anunciam:

A vida é uma piada nua;

a palavra, um calvário enfeitado.

Serei cego da língua:

Precisamos dessas linhas?

Quero uma comparsaria:

Agarrar um deserto numa flor;

Revelar a cor, o detalhe,

O vento extrovertido

Ou o corpo do lenço perdido;

Pois a palavra mundo não gira,

A cor é um planeta girando,

Um ponteiro perdido que gira."

 

 

"

 

Tela Lasar Segall

 

“ Não ensine a seu filho

que as estrelas não são

do tamanho que parecem ter:

 

maiores do que a Terra!

 

São lâmpadas

 

que os anjos acendem todos os dias

 

assim que o sol começa a escurecer...

 

Não diga a seu filho

 

que as asas dos anjos

 

só existem na imaginação.

 

Já vi meu anjo em sonho

 

e posso jurar

 

que ele tem asas claras

 

que até parecem feitas de luz.

 

Não encha a cabeça de seu filho

 

ensinando-lhe hipóteses precárias

 

que amanhã de nada servirão.

 

Povoe de beleza

 

o olhar inocente de seu filho.

 

Dê-lhe uma provisão de bondade

 

que chegue para a marcha da vida.

 

Infunda-lhe na alma

 

o amor de Deus – e tudo o mais,

 

por acréscimo,

 

ele terá.”

 

(Dom Helder Câmara)

 

FELIZ DIA DAS MÃES!!!!

 

 

Nu agora;

Tento manter o equilíbrio.

Equilíbrio este que desfalece a cada gota de saliva envenenada que engulo.

O vinho desce doce pela garganta amarga.

Preciso de cada gota para banhar-me a alma.

O ser humano é abominável.

Cansei-me da hipocrisia que impera.

Pessoas que usam a palavra amor como papel higiênico.

Cansei-me de me cansar disso.

Neste momento, recebo um beijo doce do meu filho...raízes brotam em meus pés...

A vida renasce por um instante.

Cai uma gota de vinho,

Parece sangue,

Parece vida,

Parece o fim,

O ponto,

O nada concretizado.

Talvez seja o caminho,

Quero uma taça pós outra...quero vida!

Meus versos se quebram como um cristal fino,

e a simplicidade do pôr-do-sol ensina-me  a tranqüilidade.

Na terra do faz de conta, tudo pode acontecer e tudo pode ser transformado.

Não morre. Espera.

 

HAICAI
 
"Um poeta à margem de tudo
é um grito no mundo:
PAZ!"
 
(Cássio Amaral)
 
Um dos meus poetas preferidos, uma pessoa que merece todo respeito e admiração,"CÃO"...
está de blog novo, como sempre SENSACIONAL.
Vale conferir e deleitar-se!!!!!

http://cassioamaral.blogspot.com

Mas, não esqueçam também do antigo que é pura alma!!!

http://sonnen.zip.net

Beijos à todos e o pedido que não pode se calar nunca:

PEDIDO DE PAZ!!!! HOJE E SEMPRE!!!

 

 
[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Arte e cultura, Música, livros, natureza, cristais, yoga,poesia
Visitante número: