Tela Salvador Dali

A natureza precisa renascer dentro de nós.

Perplexidade é pouco em pensar na "In-volução" que vivemos.

Viramos tanques de guerras onde, o que vence é aquele que mata e amedronta mais.

Caminhamos rumo à uma degradação irreversível.

O que será de nós?

Tivemos Hitler, Stalin, Saddan...temos, crianças ainda morrendo de fome, violência, PCC, Bush...

Matamos uns aos outros numa crueldade que não nos cabe nem entender, porque está

além do bem e do mal.

Deixamos de ser poeta.

O homem preocupa-se mais com a matemática do que com a música.

A criatividade morreu e a produtividade tomou conta.

A mente está distante do coração,

não ouvimos mais o canto dos pássaros...

falam em globalização, mas os territórios estão mais frios e distantes.

Não conhecemos sequer nosso vizinho de frente.

O mundo corre e precisamos ganhar dinheiro, ter uma boa posição social,

ter o carro do ano, mesmo que isso valha tomar champagne para matar a sede,

porque a água boa quase não nos pertence mais.

É...nos perdemos...

Quem nos achará?

O homem perdeu seu lado poético, seu impulso criativo.

Estamos demasiadamente interessados em produtos,

em novidades eletrônicas, em produzir cada vez mais coisas.

É fundamental trazer de volta o coração e o amor à natureza.

Que a poesia brilhe novamente em nossa alma.

Que passemos a sentir mais o perfume das flores,

o balanço das árvores,

as flores de Lótus...

Precisamos recomeçar a dialogar com as estrelas.

 

[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Arte e cultura, Música, livros, natureza, cristais, yoga,poesia
Visitante número: