Um poeta...um artista...um filho de Deus...

Tinta que dança ao som transcendente da matéria com o infinito,

Tudo seguindo na direção certa, rumo à luz...ao deleite...

“Cores”, “Estradas”, “Rochas”, “Moças”, “O nome da flor”, “Recado” e “O sapo”,

Serão Flores Desorientadas??!!

Talvez este seja o caminho...

 

Amigos, tem um poeta chamado Antonio Luiz Junior, conhecido como Tony que vaga nas ruas de Sampa com um sonho (e que sonho!!), escreve lindo poemas e precisa de ajuda para poder lançar seu livro...quem quiser contribuir de alguma forma é só enviar e-mails para: tonyluiz1956@yahoo.com.br

 

Segue alguns poemas dele...

Beijos à todos!!

Livro: Flores Desorientadas

Poeta: Tony

O nome da flor

"Perto de uma flor sem nome,

vi outras flores sem nome.

Não ter nomes, eu sabia,

Era apenas não ter nomes.

Eu não sabia o nome do nome,

Não sei os nomes do homem,

Assim não importam os nomes

Das flores que eu sabia."

 

Cores

"O verde e o vermelho anunciam:

A vida é uma piada nua;

a palavra, um calvário enfeitado.

Serei cego da língua:

Precisamos dessas linhas?

Quero uma comparsaria:

Agarrar um deserto numa flor;

Revelar a cor, o detalhe,

O vento extrovertido

Ou o corpo do lenço perdido;

Pois a palavra mundo não gira,

A cor é um planeta girando,

Um ponteiro perdido que gira."

 

 

"

[ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, Mulher, Arte e cultura, Música, livros, natureza, cristais, yoga,poesia
Visitante número: